16 de abril – Dia Mundial da Voz

16 de abril – Dia Mundial da Voz

Você sabia que há doenças silenciosas que podem ser desenvolvidas em sua voz?. Nesse dia mundial da voz queremos trazer um alerta para todos sobre a importância dos cuidados preventivos e destacar três doenças da voz que são comuns e que, muitas vezes, o paciente sofre com o resultado irreversível por falta de prevenção.

 

Laringite

A Laringite é a inflamação da laringe, que fica entre a faringe e a traqueia, região onde ficam as cordas vocais. Essa inflamação pode gerar rouquidão, voz falha ou mesmo a perda da voz.

Sinais como tosse, dificuldade para respirar, febre, mal-estar, taquicardia, dor e coceira na garganta, dor ao engolir ou falar podem ser sinal de laringite. É causada pelo excesso de bebidas alcoólicas e tabaco, crises frequentes de sinusite, refluxo gastroesofágico, agentes alérgenos, entre outros.

 

Nódulos nas Pregas Vocais

São lesões benignas, também chamadas de “calos” nas cordas vocais, resultados de irritações frequentes no local e do uso incorreto da voz. A pessoa fica rouca, força a saída da voz, tem dificuldades para cantar e para respirar enquanto fala.

Alguns sintomas se destacam como perda de fôlego, pigarros constantes e alteração no timbre da voz. Sem o acompanhamento devido, pode causar danos permanentes.

 

Disfonia

Sabe quando você acorda e a voz não sai? Isso é a disfonia. Geralmente a voz sai rouca ou muito “baixa”. É causada por abuso vocal, pela presença de nódulos, pólipos e tumores nas cordas vocais, por laringite, entre outros problemas.

Essas três são apenas algumas das dezenas de outras enfermidades da voz. Um bom plano de saúde que ofereça atendimento apropriado de um otorrinolaringologista é o mais indicado para evitar lidar com essas doenças.

A voz é uma das nossas principais ferramentas de relacionamento. A comunicação é uma das melhores habilidades que carregamos. Debilitar sua voz pode trazer muitos prejuízos físicos, emocionais e até financeiros (para aqueles que vivem do uso da voz).

 

Seja um amigo da sua voz:

  • Beba 2 litros de água diariamente
  • Durma bem
  • Tenha uma alimentação saudável rica em frutas e proteínas
  • Reduza a quantidade de fala durante gripes, crises alérgicas e período pré-menstrual
  • Evite pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradas
  • Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas, chocolate antes de utilizar a voz por longo tempo
  • Evite ingerir álcool e tabaco em excesso
  • Cuidado ao cantar inadequadamente ou abusivamente
  • Deixe sua voz descansar, ela precisa!

Podemos te ajudar nessa prevenção!

Compartilhe essa publicação